Festa das Plantas 2024 — 2a Edição

27.Abr.24
28.Abr.24
29.Abr.24
30.Abr.24

Caminhadas e Visitas ~ Oficinas ~ Feira ~ Cinema ~ Fotografia

Aljezur

27, 28, 29, 30.Abr.23    Oficinas

Oficina de Empreita
c/ Ysaline Ophoff

inscrição obrigatória

Ofício tradicional do Algarve, a empreita faz-se da única palmeira autóctone da Europa - Chamaerops humilis - a partir da qual nascem chapéus, tapetes, cestas, vassouras, alcofas e outras tantas coisas. Ysaline, do Atelier Balancê, faz parte de uma nova geração de artesãos que traz a sua criatividade para esta arte ancestral e que durante 4 dias transmitirá aos participantes um pouco do seu saber.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

10h30 — 12h30  ·  13h30 — 16h30

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Oficina de Máscaras de Cortiça
c/ Carlos Marreiros

inscrição obrigatória

Matéria nobre em Portugal, a cortiça sempre alimentou a imaginação das gentes do campo, que com ela fabricaram utensílios, colmeias e brinquedos também. Nesta oficina vamo-nos inspirar pelas cascas dos sobreiros e pelas suas formas para fabricarmos máscaras e redescobrirmos estas tradições ancestrais.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

10h30 — 12h30  ·  13h30 — 16h30

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

27.Abr.23    Feira

Mercado de Plantas e Artesanato temático

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

11h00 — 18h00

Espaço Infantil

atividade gratuita

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

11h00 — 17h00

Folhas, Ramos e Cascas:
Uma oficina de artesanato

c/ Tatiana Barreiros

atividade gratuita

No espaço da feira, uma oficina aberta para explorar o eco-artesanato e a criação de objetos a partir de materiais naturais. Convidamos pessoas de todas as idades e níveis de habilidade a experimentar a magia de transformar elementos da natureza em peças únicas.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

11h00 — 13h00  ·  14h00 — 17h00

Arraial Aromático
c/ Companhia A Nariguda

atividade gratuita

Espetáculo-oficina em torno das plantas selvagens e medicinais, com arranjo sonoro inspirado na música tradicional portuguesa e em torno das plantas. Uma narrativa clownesca numa viagem ao universo das plantas selvagens, protagonizado por Pimpinella e Beldroega, duas palhaças e por algumas marionetas que dão vida a estas plantas.
No final o público é convidado a desenvolver uma pequena atividade em torno deste tema e a criar um Herbário comunitário.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

11h00 — 12h30

Quem se esconde atrás da folha?
c/ Tagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal

atividade gratuita

Passeio junto à ribeira de Aljezur em busca de insectos polinizadores e suas plantas hospedeiras.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

13h30 — 15h00

Camarinhas - Pérolas nas Dunas Portuguesas
c/ Aida Moreira e Maria João Barroca

atividade gratuita

É antiga na história dos homens a utilização das plantas como alimento e medicamento popular e o estudo dos seus benefícios tem despertado a atenção de muitos investigadores. Da Universidade de Coimbra chegam-nos duas investigadoras que nos convidam a redescobrir as virtudes de uma baga que cresce nas dunas portuguesas e que há muito faz parte da cultura popular ibérica.

Local

Espaço Celeiro/Moagem

Horário

15h00 — 16h00

A Arte dos Chás
c/ Fanny Russaouen Martins

atividade gratuita

Muitos conselhos e truques para facilitar o nosso dia-a-dia e integrar as plantas na nossa rotina de saúde: Infusão ou decocção? Que quantidades? Frescas ou secas? Degustação e partilha para perceber como beneficiar das propriedades das plantas através dos chás

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

16h00 — 17h00

Guardiões de sementes

atividade gratuita

À volta de uma mesa cheia de sementes, conversa com agricultores locais sobre as sementes que cultivam e a importância de as guardarem.

Local

Parque Verde da Ribeira de Aljezur

Horário

16h00 — 17h00

Histórias que as Árvores Contam
Ana Sofia Paiva

atividade gratuita

Há muito que as histórias são um meio de compreender a natureza. Têm-nos ensinado a apreciar os dias longos de Verão e a nudez das árvores no Inverno. A contadora de histórias e atriz Ana Sofia Paiva propõe uma sessão de contos dedicada aos segredos que as árvores encerram.

Local

Várzea da Ribeira de Aljezur

Horário

17h00 — 18h00

28.Abr.23    Passeios

Estação de Biodiversidade – Praia da Amoreira – Todos contam!

actividade gratuita com inscrição obrigatória

Criado em 2016, este percurso pedestre dá-nos a conhecer as plantas e arbustos que caracterizam os ecossistemas dunares e arribas litorais da região onde crescem alguns dos endemismos do Parque Natural e convida cada um de nós a monitorizar estes espaços naturais.
Albano Soares e vvv vão explicar-nos como podemos participar enquanto nos mostram também as borboletas, os insetos das areias e outros polinizadores que por ali encontramos.

Local

Parque de estacionamento da Amoreira
Aljezur

Horário

09h30 — 12h30

Distância

3,2 km – ida e volta, trilho em areia

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Plantas Espontâneas – alimento e medicina
c/ Daphna Givon

actividade gratuita com inscrição obrigatória

Passeio para observar as plantas silvestres e aprender de que forma fizeram parte da alimentação e medicina popular local e mediterrânica.

Local

Moínho do Bispo, Vale da Cerca dos Pomares, Aljezur

Horário

16h00 — 18h00

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Rogil

28.Abr.23    Oficina/Cinema

Impressões na Natureza – Linogravura Botânica
c/ Arthur Quinot e Tatiana Barreiros

inscrição obrigatória

Nesta oficina aprenderemos a criar linografias inspiradas na beleza das plantas. Iniciando com o desenho, exploraremos as formas e texturas das plantas. Em seguida, daremos vida aos nossos desenhos esculpindo o linóleo e criando as placas para impressão. Criaremos uma tinta natural, feita a partir de materiais orgânicos e vegetais para por fim fazer as impressões em papel de arroz.

Local

Antiga escola de Maria Vinagre

Horário

10h00 — 13h00  ·  14h00 — 16h30
almoço partilhado

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Cinema em Maria Vinagre

atividade gratuita

Visionamento de curtas metragens – animação e filmes temáticos

Local

Antiga Escola de Maria Vinagre

Horário

17h00 — 18h30

29.Abr.23    Caminhada

Aves e Plantas do Planalto Costeiro
c/ Nuno Barros

atividade gratuita com inscrição obrigatória

Nesta pequena caminhada vamos percorrer uma zona de planalto, por onde o ornitólogo Nuno Barros nos falará dos diferentes habitats que aqui se observam, guiando o nosso olhar pelas plantas que os compõem e em busca das aves que delas dependem. Binóculos sugeridos.

Local

Estrada da Carriagem, Rogil

Horário

09h00 — 12h00

Distância

5 km

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

30.Abr.23    Visita

Vai à Fava!
c/ António Rosa

atividade gratuita com inscrição obrigatória

Visita de uma quinta em modo de produção biológica que aposta nos legumes tradicionais, adaptados às condições locais, como solução para uma agricultura sustentável. Descoberta de um legume de época – a Fava – sobre a qual falaremos enquanto provamos algumas receitas típicas da região, cozinhadas a partir deste nutritivo e saboroso ingrediente.

Local

Monte do Açoreiro, Rogil

Horário

16h30 — 18h00

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Odeceixe

30.Abr.23    Cinema

Cinema em Odeceixe

atividade gratuita

Visionamento de curtas metragens – animação e filmes temáticos

Local

Grupo Desportivo de Odeceixe

Horário

16h30 — 18h00

Carrapateira

29.Abr.23    Caminhada/Cinema

Trilhando Arte – Caminhada de desenho e pintura botânica
c/ Tatiana Barreiros

actividade gratuita com inscrição obrigatória

Uma caminhada entre a várzea e colinas da Bordeira, contemplando a beleza natural destas paisagens e levando na algibeira grafites, canetas e aguarelas para capturar a essência das plantas que encontraremos pelo caminho. Com paragens estratégicas, tomaremos o tempo para transformarmos este cenário natural em arte. Num trilho de cerca de 6km, iremos conectar-nos com a natureza e expressar a nossa criatividade ao ar livre.

Local

Bordeira

Horário

15h00 — 18h30

Distância

6 km

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Cinema na Carrapateira

actividade gratuita

Visionamento de curtas metragens – animação e filmes temáticos

Local

Clube dos Amigos da Carrapateira

Horário

16h30 — 18h00

30.Abr.23    Passeio

Pedras, Vento, Sol e Sal
c/ Parceria Tertúlia, ACAPO, Escola Profissional de Odemira

actividade gratuita com inscrição obrigatória

No Pontal da Carrapateira, um passeio sensorial e histórias cantadas para descobrir os elementos que ditam a paisagem e as plantas que as povoam.

Local

Pontal da Carrapateira

Horário

11h00 — 18h00

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 913 857 406

Entidades financiadoras
Apoio
Parceiros culturais
Organização

Residências Artísticas O Fio

08.Mar.24
09.Mar.24
10.Mar.24

12.Abr.24
13.Abr.24
14.Abr.24

10.Mai.24
11.Mai.24
12.Mai.24

Oficinas de Experimentação e Criação Artística
orientadas por Leonor Morais, Artista Plástica

Em 2023, as Residências Artísticas "O Fio" exploraram as interseções entre o Desenho e outras formas de expressão artística: Dança, Música e Pintura.

Sob a direção de Leonor Morais e outros artistas convidados (respetivamente Albina Petrolati, André Duarte e João Luís Simões), as oficinas estiveram imbuídas de inspiração proveniente de diversas fontes, desde textos mitológicos, a obras contemporâneas, e ao meio envolvente, revelando um diálogo enriquecedor entre diferentes disciplinas.

Leonor Morais, com formação em Pintura, Desenho e Gravura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa e experiências profissionais variadas, incluindo colaborações no Serviço Educativo do Centro Cultural de Cascais e projetos individuais no Ar.Co — Centro de Arte e Comunicação Visual liderou este projeto que transcendia fronteiras artísticas e evidenciou uma abordagem multidisciplinar.

“O fio liga todos os estados de existência entre eles e ao seu princípio.
O fio liga todos os seres entre eles, este mundo e o outro.
O fio liga os fantoches à vontade central do homem que os anima.”

—   Jean Chevalier, Dicionário dos Símbolos.

Em 2024, as Residências Artísticas “O Fio” retornam com novas propostas e parcerias. O Desenho agora entrelaça-se com outras formas de expressão criativa, promovendo a visualidade do Desenho e as nuances do Teatro, Têxteis e Voz. O projeto mantém a sua essência de explorar as origens e unir diversas disciplinas num contexto de cooperação e integração, ao longo de 3 residências artísticas, cada uma com a duração de 3 dias de trabalho criativo.

As oficinas deste ano contarão novamente com a colaboração de novos artistas convidados, para enriquecer ainda mais a experiência criativa dos participantes, contribuindo com as suas habilidades e perspetivas. Facilitando na imersão nas interações entre Desenho e Teatro, Desenho e Têxteis e Desenho e Voz, a participação dos respetivos convidados e a orientação da Leonor, proporcionarão um ambiente fértil à experimentação e à troca de ideias.

Os convidados para as oficinas de Desenho orientadas pela Leonor Morais foram:


— do Teatro  Manuela Pedroso
— dos Têxteis  Ana Baleia
— da Voz  Concha Sacchetti


As Residências Artísticas "O Fio" continuam a ser um convite à reflexão sobre a origem, a coexistência e a interconexão entre as diferentes manifestações artísticas, renovando o compromisso de valorizar o ser humano e a natureza como um todo. Um processo intenso de experimentação e partilha, tendo o fio como elemento condutor e a voz mitológica como pano de fundo do processo de trabalho.

Após o término das três residências, uma instalação/performance “O Fio” irá nascer deste cruzamento entre o desenho e diferentes áreas no universo das artes numa imersão profunda na natureza que nos rodeia e habita.

Desenho e Teatro

inscrição obrigatória

Quando

08.Mar.24
17h00-19h00

09.Mar.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

10.Mar.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

Local

Antiga Escola Primária do Barranco da Vaca

Intervenientes

Leonor Morais,  Manuela Pedroso artista convidado

Contribuição

20€

Faixa etária

M/15+

Recomendação

Levar roupa confortável que possa sujar

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 939 393 188

Desenho e Têxteis

inscrição obrigatória

Quando

12.Abr.24
17h00-19h00

13.Abr.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

14.Abr.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

Local

Antiga Escola Primária do Barranco da Vaca

Intervenientes

Leonor Morais,  Ana Baleia artista convidado

Contribuição

20€

Faixa etária

M/15+

Recomendação

Levar roupa confortável que possa sujar

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 939 393 188

Desenho e Voz

inscrição obrigatória

Quando

10.Mai.24
17h00-19h00

11.Mai.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

12.Mai.24
10h30-16h00
piquenique partilhado

Local

Antiga Escola Primária do Barranco da Vaca

Intervenientes

Leonor Morais,  Concha Sacchetti artista convidado

Contribuição

20€

Faixa etária

M/15+

Recomendação

Levar roupa confortável que possa sujar

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 939 393 188

Biografias

Desenho

Leonor Morais.
Finalizou o curso de pintura, desenho e gravura na faculdade de belas artes de Lisboa, realizou um projecto individual no Ar.Co (centro de arte e comunicação visual) dando especial enfoque ao desenho e á gravura. Participou em diversas exposições e intervenções urbanas dentro e fora de portas das quais se destacam: 2017 Cal Viva, Residência Artística, Aljezur. 2014 Desenho no Caminho, Art Distric, Cidadela , Cascais. 2012 Influx Contemporary Art, Lisboa, 2010 “Flor del Mundo” Intervenção na fachada de um prédio, Saldanha-Lisboa. 2010 “The Fountain”, Ermida de S. Mauro, Sta Maria, Açores. 2010 Wind, Espaço ao cubo, Lisboa. 2009 “Life essentials”, Artwhino, U.S.A. 2009 “Yourself Nature” Waves and woods, Lisboa. 2008 Contemporary printmaking, Museu de História Natural, Lisboa. 2006 Musatour, Barcelona, Tokyo, Lisboa. 2002 Exposição individual de pintura e desenho, CCC, Cascais.

Teatro

Manuela Pedroso.
Licenciada em Teatro e Formação de Atores e Encenadores, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Enquanto formadora é creditada pelo Conselho Científico Pedagógico da Formação Contínua, da Universidade do Minho, e também formadora do Programa de Educação Estética e Artística. Desde 1986, trabalha como atriz profissional, em diversas companhias teatrais (Lisboa, Madrid). Trabalha desde 1991, como formadora na área do Teatro e da Dança Criativa. Encenou o espetáculo “Os Zingareios de Serafina e Malacueca” e coreografou o espetáculo de Dança e Vídeo, “Planalto”, com interpretação de Marina Nabais.

Têxteis

Ana Baleia.
Licenciou-se em design de moda na Faculdade de Arquitetura de Lisboa e foi uma vencedora do concurso Jovens Criadores, na categoria de Moda, representando Portugal na Bienal de Atenas. Foi viver para o Alentejo em 2008 e, desde então, desenvolve trabalho enquanto designer, figurinista e artista visual, sempre com os têxteis como matéria-prima, colaborando com marcas, companhias de teatro, encenadores. Tem participado em exposições coletivas e teve a primeira exposição individual em 2022. É cofundadora da Associação Cultural e Artística “Ateneu do Catorze”, em São Luís. Desenvolve projetos dedicados ao upcycling e a sua atividade artística centra-se no uso dos desperdícios, tentando agir localmente e contribuir para uma economia circular na área dos têxteis.

Voz

Concha Sacchetti.
É música intuitiva e autodidata nascida em Lisboa. Desde cedo expressa-se através da voz, dança e teatro. Com 17 anos de performance ao público dá inúmeros concertos e participa em outras colaborações artísticas, onde desenvolve a comunicação, expressão, interpretação e musicalidade. Pratica cozinha, artes manuais, artesanato, e estudos culturais. Desde há seis anos, muda-se para o sul de Portugal onde se imersa na natureza e cultura da terra.

Entidades financiadoras
Apoios

Feira de Natal 2023

08.Dez.23
09.Dez.23
10.Dez.23

Artesanato ~ Produtos Locais ~ Espaço Infanto-Juvenil com Jogos, Livros, Atividades e Pinturas Faciais ~ Concertos ~ Oficinas ~ Danças ~ Comida, Bebida e Vinho Quente

Aljezur ~ Entrada livre

08.Dez.23  ·  15h00 — 23h00  ·  Pavilhão Multi Usos

Oficina de Olaria
para os mais novos

Horário

15h30

Forró
aula de iniciação

Horário

16h00

As Gambuzinas
para os mais novos

Horário

16h00

Forró
dança livre

Horário

17h00

Concerto Jeremy & Cait
guitarra acústica

Horário

18h00

Contadora de Histórias
para os mais novos

Horário

18h00

Concerto ALJEROOTS
reggae

Horário

19h00

Concerto ARAÇÁ DA GEMA
música brasileira

Horário

21h00

09.Dez.23  ·  11h00 — 23h00  ·  Pavilhão Multi Usos

Oficina NATURALEZA
ervas medicinais

Horário

11h30

Projecto de Conservação LIFE Zimbral
apresentado por REWILDING SW

Horário

15h00

Forró
aula de iniciação

Horário

16h00

As Gambuzinas
para os mais novos

Horário

16h00

Forró
dança livre

Horário

17h00

Coro da Gente
coro de músicas do mundo

Horário

18h00

Concerto MUDBLOOD by THE PSYCHLES
rock

Horário

19h00

Concerto THE HOP
hip hop, soul fusion

Horário

21h00

10.Dez.23  ·  11h00 — 19h00  ·  Pavilhão Multi Usos

Oficina de Olaria
para os mais novos

Horário

11h30

Dança Africana
aula de iniciação

Horário

12h00

Capoeira SENZALA
aula aberta para os mais novos

Horário

14h30

Capoeira SENZALA
roda

Horário

15h00

Dança Hip Hop
com OUTSIDE THE BOX

Horário

15h30

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE ALJEZUR
banda filarmónica

Horário

16h00

As Gambuzinas
para os mais novos

Horário

16h00

Coro ENTRELAÇAR

Horário

17h00

Concerto de Fado ADRIANA E GONÇALO

Horário

18h00

Apoio
 
 
Organização

O que acontece

Residência Artística O Fio

20.Out.23
21.Out.23
22.Out.23

11.Nov.23
18.Nov.23

Oficina de Experimentação e Criação Artística
c/ direção de Leonor Morais, Artista Plástica

“O fio liga todos os estados de existência entre eles e ao seu princípio.
O fio liga todos os seres entre eles, este mundo e o outro.
O fio liga os fantoches à vontade central do homem que os anima.”

—   Jean Chevalier

Leonor Morais, artística plástica, criou esta residência artística “O Fio”, composta por três oficinas de experimentação e criação artística de Desenho com três momentos distintos, embora conectados entre si, como se um fio os conduzisse e interligasse.

O foco deste projeto é na origem, nas origens e não na constante necessidade de novidades que o mundo atual nos exige. É o voltar a unir diferentes áreas ao invés de as dividir em secções cada vez mais pequenas, correndo o risco de muitas se extinguirem. O valorizar do homem e da natureza como um todo (biocentrismo) e não como dominante e dominada. A busca da cooperação e da integração em tempos críticos de guerra e de rutura de valores. Com a colaboração de três artistas convidados — Albina Petrolati (dança), André Duarte (música) e João Luís Simões (pintura) — as linhas do desenho entram em diálogo com a dança, a voz, a música, o teatro, as artes cénicas, a antiga linguagem da pintura…

O fio, elemento condutor das oficinas, inspira-se nas mitologias que atravessam diferentes culturas e épocas, convidando os participantes a conectarem-se com as vozes que ecoam do passado e do presente. As linhas do desenho ganharão uma dimensão poética ao se entrelaçarem com a música, a dança e a pintura, dando origem a um universo de possibilidades criativas numa imersão profunda na natureza que nos rodeia e habita. Um procedimento intenso tendo o fio como elemento condutor e a voz mitológica como pano de fundo do processo de trabalho. Verdadeiros momentos de reflexão sobre o nosso impacto, regeneração e relação com o nosso entorno.

Após vivenciadas a Dança e a Música é agora a vez de cruzarmos o Desenho e a Pintura…

Ao longo de três dias de trabalho intenso, a experimentação e a partilha tornar-se-ão elementos fundamentais para a construção de um processo criativo que será marcado pela riqueza da troca de ideias e experiências. Com um máximo de quinze participantes, numa antiga escola primária no Barranco da Vaca, no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Desenho e Pintura

inscrição obrigatória

Quando

20.Out.23
17h00-19h00

21.Out.23
10h30-13h00
14h00-16h00
piquenique partilhado

22.Out.23
10h30-13h00
14h00-16h00
piquenique partilhado

Local

Antiga Escola Primária do Barranco da Vaca.

Intervenientes

Leonor Morais,  João Luís Simões artista convidado

Valor donativo

20€ mín. recomendado por oficina

N.º máximo de participantes

15 pessoas

Faixa etária

M/15+

Recomendação

Levar roupa confortável que possa sujar

Para INSCRIÇÕES ou mais informações

tertulia.associacao@gmail.com
(+351) 939 393 188

Exposição "O Fio"

entrada livre

Após as oficinas e término da residência artística, será realizada esta exposição que nos dá a conhecer parte do processo de trabalho e da experiência que foi vivenciada nas três residências, através de um registo de imagens recolhidas durante as mesmas, criando um fio invisível que conecta as diferentes áreas artísticas, os artistas e os participantes. Estarão também exibidos alguns dos desenhos e pinturas produzidos que transportam as histórias e memórias que ali foram partilhadas.

Quando

11.Nov.23
16h00-19h00
INAUGURAÇÃO
Música ao Vivo c/ André Duarte

18.Nov.23
15h00-17h00

Local

Antiga Escola Primária do Barranco da Vaca.

O que aconteceu

Festa do Livro 2023

02.Out.23
03.Out.23
07.Out.23
08.Out.23
09.Out.23

HISTÓRIAS · TEATRO · CLOWN · OFICINAS · CINEMA · JOGOS DE MESA · VENDA DE LIVROS

#Mercado de Agricultor  #Largo 1º de Maio  #Praceta Kurnach  #Espaço+  #Agrupamento de Escolas Professora Piedade Matoso

Programa

02.Out.23 — 03.Out.23

Histórias para os mais pequeninos
c/ Paula Cusati

Local

EB1/ JI de Odeceixe, EB1/ JI do Rogil e EB1/ JI de Aljezur

Paula Cusati. Mediadora de leitura e da escrita, formadora na área da promoção da leitura. Concebe e dinamiza sessões de contos, ateliers e projetos continuados de promoção da leitura e da escrita. Participa em encontros de reflexão e formação para mediadores e outros agentes educativos. Presta serviços de consultoria individual, profissional e institucional no campo da mediação leitora e da promoção da leitura e da escrita.

07.Out.23

Pimpinella
c/ Eva Ribeiro

PIMPINELLA é uma palhaça a bordo do seu carrinho musical distribui sorrisos entre flores e melodias. Um espetáculo de clown itinerante que remete para os temas do encontro, do brincar e da magia de uma palhaça ambulante.

3 estações, 3 paragens #Mercado do Agricultor #Largo 1º de Maio #Praceta Kurnach

Local

Do Mercado do Agricultor à Praceta Kurnach, passando pela Igreja Nova

Horário

10h00

Eva Ribeiro. Anda de mão dada com a arte e intervenção comunitária. É pesquisadora há mais de quinze anos na área das artes performativas. Iniciou o seu percurso jovem, descobrindo as artes de rua e a palhaçaria no ano de 2002. Em 2004 começou a trabalhar na área do teatro de rua com a companhia Teatro Anónimo em Coimbra. Realizou entre 2002 e 2004 formação nas áreas do teatro de rua com companhias como Generik Vapeur, Les Plasticiens Vollants, Sarruga e Xarxa theatre. Estas formações abriram o seu apetite para aprofundar os seus estudos nas artes do espetáculo. Realizou, então, vários workshops de Clown, Novo Circo, Dança Contemporânea e Teatro de Marionetas e Formas Animadas no Porto onde viveu entre 2005 e 2007. Estuda Teatro e Educação com Hugo Cruz na Universidade de Psicologia do Porto em 2006. Neste período desenvolve vários projetos de artivismo onde funde a linguagem do teatro com intervenção política e comunitária, iniciando o seu percurso como formadora e pedagoga. Em 2009 realizou os seus estudos na Escola de Teatro Físico Jacques Lecoq em Paris, França. Viveu em várias cidades da Europa e deu continuidade aos seus estudos, focando a partir de 2010 a sua pesquisa na arte da palhaçaria e da comicidade. Estudou a arte do clown em vários países e teve o privilégio de trabalhar com Pedro Correia, Jorge Pacheco, Anabela Mira, Pedro Fabião, Adelvane Néia, Silvia Leblon, Palhaço Tomate, Jesus-Jara, Virginia Imaz, Matteo Cifariello, Maria Colomer, Alex Navarro e Carolina Dream, Jeff Johson, Johny Melville, Celia Ruiz, Elise Ouvrier De-Buffett, Hilary Chaplain, Olivier Terrault, Fanny Giraud e Tom Roos.

Histórias com Raiz
c/ Leonor Morais e Joana Barroso

Histórias com Raiz é uma oficina de criação de objetos com elementos de natureza, dos quais histórias irão nascer.

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h30 — 12h30 / 14h30 — 16h30

Classificação etária

M/8+

Leonor Morais. Finalizou o curso de pintura, desenho e gravura na faculdade de belas artes de Lisboa, realizou um projecto individual no Ar.co( centro de arte e comunicação visual) dando especial enfoque ao desenho e á gravura. Participou em diversas exposições e intervenções urbanas dentro e fora de portas das quais se destacam: 2017 Cal Viva, Residéncia Artistica, Aljezur. 2014 Desenho no Caminho, Art Distric, Cidadela , Cascais. 2012 Influx Contemporary Art, Lisboa, 2010 “Flor del Mundo” Intervenção na fachada de um prédio, Saldanha-Lisboa. 2010 “The Fountain”, Ermida de S. Mauro, Sta Maria, Açores. 2010 Wind, Espaço ao cubo, Lisboa. 2009 “Life essentials”, Artwhino, U.S.A. 2009 “Yourself Nature” Waves and woods, Lisboa. 2008 Contemporary printmaking, Museu de História Natural, Lisboa. 2006 Musatour, Barcelona, Tokyo, Lisboa. 2002 Exposição individual de pintura e desenho, CCC ,Cascais…

Joana Barroso. Sou Mulher, mãe, menina arisca e viva com caminho feito passo a passo, a explorar territórios entre natureza, arte e educação, a criar paisagens entre o teatro, dança, poesia e música. É à volta do fogo que a minha Alma se revela e a minha Contadora de Histórias apresenta-se coração com coração de qualquer idade e geração. E no cantar e contar, vai tecendo um manto onde toda a comUnidade é bem vinda a se deixar embalar, conectar e relembrar o que é essencial na fertilidade deste Solo,desta terra, aldeia pequena, país Portugal.. até ao Solo fértil maior Mundial, Terra, Mãe, Aldeia Global.

Histórias Contadas
c/ António Fontinha

Da tradição oral portuguesa voltam-se a ouvir histórias sem tempo.

Local

Praceta Kurnach

Horário

11h30

António Fontinha. Nasceu em 1966 e viveu em Angola até 1974. A sua vocação de contador de histórias revelou-se em 1992, no âmbito da intervenção do Chapitô junto de jovens em risco de exclusão (Centros Educativos da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais). Pioneiro do movimento de narração oral em Portugal, vive exclusivamente desta atividade tendo atuado em múltiplos contextos e dinamizado milhares de sessões de contos para públicos diversificados. A base do seu repertório são temas da tradição oral portuguesa que, paralelamente à atividade de narrador, tem vindo a investigar por todo o país em várias campanhas de recolha de contos tradicionais.

Catadupa
c/ Rita Rodrigues e Ricardo Lopes

CATADUPA é uma performance de teatro físico e música de Rita Rodrigues e Ricardo Lopes, dirigido a maiores de 8 anos, que pretende ser um manifesto anti-solidão não voluntária. O público é recebido por um grupo de hospedeiros com uma mensagem de boas vindas e indicações a seguir durante a performance. Daqui serão conduzidos por um caminho repleto de saberes que culmina num espaço interior, onde Dona Odete, através de acções musicadas ao vivo, passa por um processo em que sai dos seus hábitos rotineiros e dá espaço à entrada de algo novo na sua vida. Esta abertura conduz os espetadores a um momento festivo e gastronómico. Este projecto teve como ponto de partida diversos ateliers junto da comunidade infantil, juvenil e sénior, e diversas entrevistas individuais de forma a obter resposta à proposta: "ensina-me algo que saibas fazer". Estes conhecimentos, simples ou complexos, foram trabalhados de forma a criarmos um objecto artístico. O espectáculo leva o público num percurso itinerante pelos diferentes espaços, cruzando diversas áreas cénicas onde decorrem as propostas teatrais e musicais, todas elas relacionadas com os conhecimentos, banais ou não, que as pessoas nos transmitiram durante o processo de recolha.

Local

Da Igreja Nova ao Espaço +

Horário

17h30

Classificação etária

M/8+

Rita Rodrigues. Nasceu em 1977 em Lisboa. Começou a ter aulas de teatro com António Feio. Formou-se em "teatro do gesto" na escola "Estudis de Teatre" em Barcelona. Na Faculdade de Letras fez uma pós-graduação em Estudos de Teatro. Tem feito várias formações na área do teatro e da dança, entre eles o curso de "Dança na Comunidade" no Fórum Dança. Desde 1998 que trabalha como actriz/performer, tendo trabalhado com diversos encenadores/criadores tais como Luís Castro, João Ricardo, Claudio Hochman, Carlos António, Jorge Fraga, Sofia Cabrita, Ana Sofia Paiva, Sílvia Real, Martin Joab, Giacomo Scalisi, Madalena Vitorino, entre outros. Foi criadora dos espectáculos "Missão Lupa", "Bicho da Malha", "Caracol" e "Em busca de um neto" e co-criadora e intérprete de Sótão, S.A.. Deu aulas de teatro a crianças entre os 3 e os 15 anos, a adultos e desde 2013 é encenadora no projecto comunitário do grupo de teatro sénior de Portimão (O GRUPO). A base do seu repertório são temas da tradição oral portuguesa que, paralelamente à atividade de narrador, tem vindo a investigar por todo o país em várias campanhas de recolha de contos tradicionais.

Ricardo Lopes. (Évora, 1977) estudou trombone na Filarmónica de Loulé durante 5 anos e fez o curso de Jazz e Música Moderna pela Orquestra Jazz do Algarve, com Hugo Alves, onde toca desde 2013. Toca ainda com os Funkarmónica e Plasticine. Participou em diversas formações, entre as quais destaca o workshop de improvisação com Nils Wogram e Conrad Bauer no Instituto Goethe em Lisboa, em 2011. Participou na gravação dos cd's: Sophia (2019), The Ladies (2020) e Liberdades (2022) com a Orquestra de Jazz do Algarve e "Plasticine" com a banda Plasticine (2019), estando actualmente a gravar o último álbum da mesma banda. Em 2019 , colaborou no espectáculo "La Traverseé" da Companhia Basinga pelo Lavrar o Mar.

Cinema ao ar livre
c/ Cabeçudos

Filmes de animação feitos por crianças.

Local

Praceta Kurnach

Horário

20h00

Cabeçudos. Cabeças Com Ideias surge em 2010 com o objetivo de enriquecer o panorama cultural dedicado ao público infantojuvenil. À altura, a única livraria exclusivamente direcionada para a infância e a juventude em Lisboa, passa a acolher, no seu anfiteatro artistas da narração oral, da música, do teatro, do cinema e das artes plásticas e aposta na criação de momentos de partilha com audiências compostas maioritariamente por famílias, quer com espetáculos de criação própria quer acolhendo espetáculos propostos por outros agentes culturais. Empenhada na promoção das artes, a programação da CABEÇUDOS conquista o seu espaço nas agendas culturais da cidade de Lisboa. A revista TimeOut refere-a, semana após semana, como a melhor coisa para fazer com os miúdos. A sucessiva divulgação da sua agenda cultural pelos media, aliada à qualidade dos espetáculos soma mais público e fideliza audiências. O público ciente da importância da introdução às artes em idade precoce enquanto fator facilitador à permeabilidade, é catalisador da frequência e regularidade das sessões produzidas pela CABEÇUDOS.

Jogos de Mesa
c/ Até à Lua

Espaço para parar e jogar umas partidas de jogos de tabuleiro com amigos ou família.

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 21h00

Até à Lua. É um espaço para toda a família com loja, atividades e área lúdica para eventos. Loja com livros infanto-juvenis de várias editoras, brinquedos sustentáveis, didáticos e de boa qualidade, jogos de tabuleiro para todas as faixas etárias. Organiza atividades regulares para bebés, crianças e jovens, adultos e famílias dentro das áreas da expressão plástica, pintura, música, teatro, escrita criativa, dança e movimento, yoga, apoio ao estudo, férias com arte, aprender a brincar, hora do conto, encontros e torneios de jogos de tabuleiro.

Venda de Livros
pela Cabeçudos

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 21h00

Venda de Livros Usados / Comes e Bebes

Bancas com livros usados e outras, com comida e bebida, para venda.

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 21h00

08.Out.23
Toda a programação é realizada na Praceta Kürnach

À Luz da Lua
c/ Leonor Morais

Oficina de livros criativos, onde a partir de uma história imaginar-se-ão muitas formas de contar.

Horário

10h30 — 12h30

Classificação etária

M/8+

Rosalinda das Cabras
c/ Joana Barroso

Rosalinda das Cabras é uma personagem que é pastora, mulher, animal e que conta Histórias da Terra e da terra, da Grande Terra Casa Mãe de todos e todas nós até à Terra que cabe no punhado de uma mão, à Terra que é a minha e a tua aldeia, à Terra dos nossos avós do sul, centro ou norte do nosso país. Histórias que nos ligam à raiz, às Raizes de quem somos, para relembrarmos de onde vimos, e que dirão queremos seguir... Histórias algumas contadas, outras a viva-voz ditas e cantadas. Uma bacia de barro com água, uma cabaça de água, o barro e outras surpresas nascem das mãos desta contadora que também é cantadora.

Horário

15h30

Classificação etária

M/6+

Histórias Contadas
c/ António Fontinha

Da tradição oral portuguesa voltam-se a ouvir histórias sem tempo.

Horário

16h30

As Testemunhas - A Aparição
c/ Rafa Santos e Eva Ribeiro

As Testemunhas – A Aparição compõe-se de duas palhaças num jogo de comédia física que desafiam a gravidade e esperam uma Aparição. Uma viagem pelos mitos da humanidade num mergulho do cimo de uma pirâmide. Elas são Testemunhas de uma nova Era divertida e absurda, elas são As Testemunhas duo.

Horário

17h30

Jogos de Mesa
c/ Até à Lua

Espaço para parar e jogar umas partidas de jogos de tabuleiro com amigos ou família.

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 19h00

Venda de Livros
pela Cabeçudos

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 19h00

Venda de Livros Usados / Comes e Bebes

Bancas com livros usados e outras, com comida e bebida, para venda.

Local

Praceta Kurnach

Horário

10h00 — 19h00

09.Out.23

Histórias Contadas
c/ António Fontinha

Local

EB1/ JI de Aljezur

Venda de livros
pela Cabeçudos

Local

EB1/ JI de Aljezur

Entidades financiadoras
Apoio
Organização

Instalação Performance
Acordar Memórias

24.Ago.23

29.Ago.23


02.Set.23

04.Set.23


07.Set.23

10.Set.23


14.Set.23

17.Set.23

Entre fios do tempo, memórias dançam na teia da existência.

Tecendo a tapeçaria viva da Memória, a Instalação Performance 'Acordar Memórias' revela um espetáculo imersivo que transcende o tempo e une as fibras emocionais da comunidade sénior de Aljezur. Dentro deste espaço encantado, testemunhamos a ressurreição dos objetos, transformados em narradores de tempos idos.

Como artesãos do passado e do presente, os participantes do Programa Entrelaçar entremeiam tradições, saberes e narrativas através da fusão de linguagens artísticas. Artesãos das suas histórias, transmutam objetos triviais em relíquias encantadas, revelando os nossos idosos como guardiões da memória, fios sagrados que conectam o passado ao futuro.

Ao som das lengalengas antigas entoadas por silhuetas de ferro, testemunhamos um diálogo poético entre o passado e o presente, entre o visível e o invisível.

'Acordar Memórias' é uma experiência imersiva que transcende as fronteiras do tempo. É um encontro íntimo com a essência de uma comunidade.

Aljezur

24.Ago.23  —  29.Ago.23    Instalação

Horário

10h00 — 20h00

Local

Praceta Kurnach

24.Ago.23  e  29.Ago.23    Performance

Horário

19h00

Local

Praceta Kurnach

Carrapateira

02.Set.23  —  04.Set.23    Instalação

Horário

10h00 — 20h00

Local

Almargem

02.Set.23    Performance

Horário

19h00

Local

Almargem

Rogil

07.Set.23  —  10.Set.23    Instalação